Mc Super Shock - Autoafirmação

Black Pearl
0
Mc Super Shock - Autoafirmação - Lyrics

{Verso 1}
Após a AutoAfirmação em amar o meu reflexo
Todo resto fez sentido, tipo cabelo pra cima
Armado até o crespo, pra polícia sou suspeito
Cês ainda não entenderam, preto e grana combina
Hey, dei uma surra no Caruso, mas todo mundo odeia o Shock
É até pecado sabe, porque saí do quase
Se tu não sabe, pare, cale-se e não fode
Já fui macaco pra essas mentes primatas
Ideias embranquecidas querem me ver na senzala
Mas, depois de tempos culpando a melanina
Agora é fogo nos racistas, e amor a minha raça
Trago a Raiz, tô pique Kunta Kinte
Inesperado tipo o rolê do Ronaldo
Com passos largos, chame de Mauro Vinícius
Pro Fabão eu sou Dadinho, quero dinheiro e ele talco
Não sou do tipo que intimida, mas boto medo na tia
Fetiche pra essas patrícias tipo, que negão dotado
Vocês e suas piadinhas, Jim Crow e CIA
Passa pano pra racista, eu mato capitão do mato
E a culpa são dos cigarros, já sequestraram quantos pais?
(E nem voltaram)
Preso no tráfego e no tráfico, zero expectativas
Em cinquenta tons de jaz
Falaram que era brincadeira, e eu levei o game nível hard (Caralho)
Hoje cês vão comer poeira, eu Lázaro Ramos, cês fraco, Gustavo Lázaro


E eu nem sou de ler revista, mas liga ai pra Rolling Stone
Quer meu show? Pague a vista, e próxima capa mano, já tem um nome

{Ponte}
Super Shock, Super Shock
Próxima capa já tem um nome
(Me falta paz, me falta pai)

{Verso 2}
Cês quer, cês quer, cês quer...
Cês quer chegar em primeiro lugar, mas não se propõe a correr
Ser preto é moda, mas quem me aborda
Paleta de cores, quem vai se fuder?
Eu não vou me perder, mas se eles me encontrar, duvido minha mãe me achar
Entre os prego e as praga, os topo e os tapa, o chão que apara, quem vai derrubar?
Pá pá pá
Tento me reconstruir, destruir e construir
Evoluir, reconstruir
Evoluí, me destruí, depois que a moda virou skrr
Todo mundo é gang gang, esqueceu do MC
Todo dia segunda sou eu, ser o primeiro e só sobrar o segundo
Primeiros segundos que deus escolheu, me fez duvidar do meu tempo no mundo
É que sinto muito, no banco de trás, me deixaram sem cinto sabendo de tudo
Pra completar, o final dos finais, quem conta a história não sabe de tudo (não sabe de tudo, não sabe de tudo)
Tamo se odiando, o que aconteceu? É aquela coisa, BRANCO só faz merda
Tá enraizado, racismo velado, me fizeram esdrúxulo dessa guerra interna


Que me classifica, minha classe que não fica, Blackface e suas gracinhas
Com afeição só sexista ou na mira da polícia

{Saída}
Foda-se a miscigenação, saca?
Eu quero mesmo é escurecer pra tudo aqui fazer sentido
Viver mais Black Power mano, sustentar a frase
Saí da palmitagem, que tu já foi melhor que isso

Post a Comment

0 Comments
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.
Post a Comment (0)
To Top